“O arenque fumado” é um peixe e um poema ilustrado…

Parece um peixe, não tem páginas, mas é um livro, com um poema centenário francês ilustrado por um português do século XXI. A editora Bruaá fechou 2010 com “O arenque fumado”, de Charles Cros e André da Loba.
O livro-objeto, destinado a públicos de todas as idades, assinala a abertura da editora Bruaá a ilustradores portugueses, porque até aqui todos os oito livros editados são de autores estrangeiros.
A estreia na ilustração portuguesa dá-se com André da Loba, nascido em Aveiro em 1979 e com apenas quatro anos de trabalho editorial, que deu vida ao texto “O arenque fumado”, um poema do autor e inventor francês Charles Cros, publicado em 1872 primeiro em prosa e depois em verso.

(Lusa)

Share this post